Visão Geral, Indicadores e Índices

  • Visão Geral
  • Principais Indicadores
  • Índices ESG

A TIM trabalha com a convicção de que seus negócios devam ser conduzidos levando em consideração as expectativas de todos aqueles com os quais interagimos, os chamados “stakeholders” (literalmente as “partes interessadas”, ou seja, as pessoas ou entidades que estejam envolvidas nas nossas atividades). Nós agrupamos esses públicos em oito categorias: clientes, fornecedores, concorrentes, organizações da sociedade civil, meio ambiente, comunidade, acionistas (stakeholders externos) e recursos humanos (stakeholders internos).

Consideramos as necessidades de todas as nossas partes interessadas, não só porque acreditamos que é justo fazê-lo sob o ponto de vista ético, mas também porque estamos convencidos de que somente desta maneira o nosso negócio se manterá ao longo do tempo.

O objetivo da TIM é conseguir o equilíbrio nas dimensões de sustentabilidade econômica, ambiental, social e de governança. Nessa perspectiva, a sigla ESG advém do termo em inglês Environmental, Social and Governance (traduzido, significa Ambiental, Social e Governança) e ela está diretamente ligada ao posicionamento da TIM. Temos demonstrando ao longo dos anos nosso engajamento com o mais alto nível de governança corporativa, responsabilidade econômica e forte compromisso com os aspectos sociais e ambientais.

Esse compromisso nos possibilitou ser a única empresa no setor a ser listada no Novo Mercado da B3, a ter Comitê de Auditoria Estatutário, se mantendo por 14 anos consecutivos na carteira ISE e integrante do índice S&P/B3 Brasil ESG.

Alinhado com nossos Valores e com os princípios de ESG descritos, operamos também de acordo com um conjunto de Políticas específicas que tratam de diferentes aspectos relacionados ao tema de ESG. Além disso, em dezembro de 2020, a TIM criou o Comitê de ESG para assessoramento ao Conselho de Administração (CDA) da companhia em assuntos ligados a questões ambientais, sociais e de governança. O comitê é formado por membros do próprio CDA.

Além disso, a TIM considera os seguintes temas como materiais em seu desenvolvimento sustentável, definidos a partir de análises qualitativas e quantitativas para identificar a importância de cada tema, com aderência às diretrizes e recomendações da Global Reporting Initiative (GRI):

Temas identificados como prioritários no processo de materialidade

  • Investimento em infraestrutura e confiabilidade da rede
  • Inovação aplicada a produtos e serviços
  • Inclusão digital e acesso à conectividade
  • Experiência do cliente e qualidade dos serviços

  • Proteção de dados, privacidade do cliente e segurança cibernética
  • Ética e governança nos negócios
  • Saúde, bem-estar e gestão dos colaboradores

  • Promoção da diversidade e igualdade de oportunidades
  • Gestão de energia
  • Gestão de resíduos na operação e pós-consumo
  • Gestão estratégica e responsável de fornecedores

Conduzido periodicamente, em média a cada dois anos, o processo de materialidade abrange a avaliação de referenciais, benchmarkings, documentos internos e consultas a stakeholders externos e executivos da Companhia.

Em 2020 e 2021, por conta da pandemia de Covid-19 e seus reflexos nas demandas, expectativas e preocupações da sociedade civil, a TIM promoveu nos últimos dois anos a revisão de sua matriz de materialidade. Em ambos os ciclos, foi realizada a escuta aos públicos por meio de entrevistas individuais com representantes de clientes, fornecedores, investidores, governo e imprensa indicados pelas áreas da Companhia.

Em 2021, o processo de revisão resultou na manutenção dos temas materiais com os respectivos limites e escopos identificados no ano anterior. Percebeu-se pelas análises a expectativa dos stakeholders com a divulgação transparente dos desafios e oportunidades associados a implementação da rede 5G e a integração da Oi. Esses dois assuntos foram incorporados nos temas já existentes. No primeiro caso, há relação direta com os temas “Investimento em infraestrutura e confiabilidade da rede” e “Experiência do cliente e qualidade dos serviços”. No segundo, a conexão e com os temas “Investimento em infraestrutura e confiabilidade da rede”, “Gestão de energia” e “Gestão de resíduos na operação e pós-consumo”.

O processo de materialidade identificou como prioritários para a TIM os seguintes temas:


 
Para obter mais informações sobre a matriz de materialidade da TIM, acesse nosso Relatório ESG.

A atuação da TIM em direção à sustentabilidade e em busca de melhores práticas ESG têm sido reconhecida em nossos principais indicadores e nas avaliações dos principais índices ESG de bolsas de valores e agências especializadas.

Veja abaixo nossos principais indicadores:

AMBIENTAL 2019 2020 2021
Consumo de energia dentro da organização (GJ)¹ 2.601.452 2.278.948 2.359.219
Número de biosites ativos com baixo impacto urbano 1.582 1.679 1.766
Total de resíduos reciclados ou enviados para reúso (toneladas) 692 1.940 1.568

¹ Os dados de 2019 e 2020 de gasolina e etanol foram recalculados para ficar em linha com o volume reportado no Inventário de GEE do Escopo 1, pois o combustível dos veículos que não são de propriedade da Companhia corresponde às emissões indiretas de Escopo 3.

SOCIAL 2019 2020 2021
Investimentos sociais da TIM (R$ milhões) 10,4 12,5 10,7
Média de horas de treinamento por colaborador 38 37 49
% de mulheres no total de colaboradores 50% 50% 51%
% de mulheres em cargos de diretoria 22% 19% 18%

 

GOVERNANÇA 2019 2020 2021
% de membros independentes no Conselho de Administração 40% 40% 40%
% de mulheres no Conselho de Administração 20% 30% 33%
Quantidade de membros no Conselho de Administração 9 10 10
% de colaboradores treinados em políticas e procedimentos de combate à corrupção1 98% 99% 99%
Nota média de Satisfação Nacional Móvel (Cliente pessoa física) 7,34 7,35 7,46

1  Considera como base os colaboradores ativos em dezembro de 2021.

 

Veja abaixo os principais compromissos assumidos em nosso Plano Estratégico 2022-24:

AMBIENTAL Resultado
2021
Carbono neutro (tCO2e, escopos 1 e 2) -94%
Ecoeficiência no tráfego de dados (bit/Joule) +96%
Energia renovável 100%
Emissões indiretas (tCO2e, escopo 2) -153%¹
Reciclagem de resíduos sólidos 98%

¹ A TIM superou a meta de redução de 100% de emissões de GEE comparado ao ano de 2019, alcançando o percentual de -153% por meio de projetos de geração distribuída, da contratação de energia no mercado livre e da compensação da parcela adquirida do Sistema Interligado Nacional, com a aquisição de certificados de energia renovável.

Meta
Plano ESG 2022-24
-100% 2030
+80% 2025
100% 2025
0 2025
≥95% 2023
SOCIAL Resultado
2021
Engajamento (por ano) 83%
Colaboradores negros 36%
Mulheres na liderança 34%
Colaboradores treinados na cultura ESG 95%
Colaboradores treinados em capacidades digitais 1.861
Presença 4G 85%
Meta
Plano ESG 2022-24
≥80% 2023
≥40% 2023
≥35% 2023
≥99% 2023
+5.000 2023
100% 2023
GOVERNANÇA Resultado
2021
Reclamações de clientes1 (órgão regulador) -44%
ISE, Novo Mercado e Pró-Ética Mantido
ISO 14001, ISO 9001 e ISO 37001 Mantido
ISO 27001
Meta
Plano ESG 2022-24
-50% 2023
Manter 2023
Manter 2023
Obter 2022

¹ Reduzir em 50% as reclamações dos clientes na Anatel do serviço móvel pessoal até 2023, com relação a 2019, sem considerar as reclamações dos clientes oriundos da base da Oi Móvel.

14 anos consecutivos na carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 (ISE)
Integrante da carteira do Índice Carbono Eficiente da B3 (ICO2)
Integrante do Índice de Ações com Tag Along Diferenciado (ITAG)
Presente na carteira do Índice Brasil 100 da B3 (IBRX 100)
Presente na carteira do Índice de Ações com Governança Corporativa Diferenciada da B3 (IGC)
Integrante do índice S&P/B3 Brasil ESG
Integrante dos índices ESG do FTSE4Good
Integrante dos índices ESG do MSCI