Visão Geral

A TIM trabalha com a convicção de que seus negócios devam ser conduzidos levando em consideração as expectativas de todos aqueles com os quais interagimos, os chamados “stakeholders” (literalmente as “partes interessadas”, ou seja, as pessoas ou entidades que estejam envolvidas nas nossas atividades). Nós agrupamos esses públicos em oito categorias: clientes, fornecedores, concorrentes, organizações da sociedade civil, meio ambiente, comunidade, acionistas (stakeholders externos) e recursos humanos (stakeholders internos).

Consideramos as necessidades de todas as nossas partes interessadas, não só porque acreditamos que é justo fazê-lo sob o ponto de vista ético, mas também porque estamos convencidos de que somente desta maneira o nosso negócio se manterá ao longo do tempo.

O objetivo da TIM é conseguir o equilíbrio nas dimensões de sustentabilidade econômica, ambiental, social e de governança. Nessa perspectiva, a sigla ESG advém do termo em inglês EnvironmentalSocial and Governance (traduzido, significa Ambiental, Social e Governança) – e ela está diretamente ligada ao posicionamento da TIM. Temos demonstrando ao longo dos anos nosso engajamento com o mais alto nível de governança corporativa, responsabilidade econômica e forte compromisso com os aspectos sociais e ambientais.

Esse compromisso nos possibilitou ser a única empresa no setor a ser listada no Novo Mercado da B3, a ter Comitê de Auditoria Estatutário, se mantendo por 13 anos consecutivos na carteira ISE e recente integrante do novo índice S&P/B3 Brasil ESG.

Alinhado com nossos Valores e com os princípios de ESG descritos, operamos também de acordo com um conjunto de Políticas específicas que tratam de diferentes aspectos relacionados ao tema de ESG. Além disso, em dezembro de 2020, a TIM criou o Comitê de ESG para assessoramento ao Conselho de Administração (CDA) da companhia em assuntos ligados a questões ambientais, sociais e de governança. O comitê é formado por membros do próprio CDA.

Além disso, a TIM considera os seguintes temas como materiais em seu desenvolvimento sustentável, definidos a partir de análises qualitativas e quantitativas para identificar a importância de cada tema, com aderência às diretrizes e recomendações da Global Reporting Initiative (GRI):

Investimento em infraestrutura e confiabilidade da rede

Inovação aplicada a produtos e serviços

Inclusão digital e acesso à conectividade

Experiência do cliente e qualidade dos serviços

Proteção de dadosprivacidade do cliente e segurança cibernética

Ética e governança nos negócios

Saúde, bem-estar e gestão dos colaboradores

Promoção da diversidade e igualdade de oportunidades

Gestão de energia

Gestão de resíduos na operação e pós-consumo

Gestão estratégica e responsável de fornecedores

Temas Identificados como prioritários no processo de materialidade

A pandemia da covid-19 causou mudanças significativas na condução das operações das organizações no Brasil e no mundo e novas reflexões foram necessárias. A TIM realiza periodicamente a revisão do seu processo de materialidade, em média a cada dois anos, mas diante dos acontecimentos do ano de 2020, decidiu atualizar sua materialidade de 2019.

Partindo dos tópicos materiais identificados no processo de materialidade realizado em 2019, foram analisados documentos internos e estudos setoriais e de sustentabilidade, e realizadas consultas a stakeholders internos e externos, selecionados por serem os principais públicos impactados pelo negócio e operações da TIM. Foram entrevistadas lideranças da TIM – CEO e vice-presidentes – e um grupo de fornecedores, investidores, clientes, imprensa e governo.

As principais preocupações percebidas, levando em consideração também o contexto da pandemia, foram relacionadas a saúde dos colaboradores, a inclusão digital como um direito básico e o acesso à conectividade (telecomunicações como um serviço essencial permitindo a conexão das pessoas para trabalho, estudo, consultas médicas, relacionamentos à distância, entre outros). Temas como gestão de energia, inovação, investimentos em infraestrutura e privacidade de dados ganharam mais relevância. Também foi bastante mencionada a importância da diversidade e inclusão na Companhia.

O processo de materialidade identificou como prioritários para a TIM os seguintes temas:

Para obter mais informações sobre a matriz de materialidade da TIM, acesse nosso Relatório de ESG.

Copyright TIM S.A. 2021 - Todos direitos reservados.