Pular para conteúdo

TIM - Relações com Investidores

Social

A pandemia da covid-19 trouxe uma transformação abrupta nas relações de trabalho em todo o mundo. Para a TIM, o desafio não foi diferente. Os colaboradores precisaram se adaptar ao trabalho remoto a partir de casa e à assimilação de novas competências digitais. Entretanto, a prontidão da TIM em providenciar recursos, equipamento e treinamento para a equipe foi decisiva para manter a continuidade dos serviços e restabelecer o mesmo nível de eficiência.

No final de 2020, 9.723 pessoas formavam o capital humano e intelectual da companhia. A TIM tem atuado continuamente para promover a saúde, segurança, produtividade e um ambiente de trabalho inclusivo para seus empregados. A modalidade de trabalho em home office mostrou-se bem-sucedida inclusive para os colaboradores dos serviços de call center.

As restrições não impediram as atividades planejadas, como o processo de avaliação de desempenho. Em 2020, 88,4% dos colaboradores receberam avaliações de desempenho e desenvolvimento.

Veja abaixo os dados de empregados por categoria funcional:

EMPREGADOS POR CATEGORIA FUNCIONAL
  2018 2019 2020
Diretoria 60 60 64
Gerência 673 696 739
Profissionais 4.158 4.187 4.179
Força de vendas 417 501 499
Call centers 2.121 2.071 2.028
Lojas 2.178 2.185 1.912
Jovens aprendizes 235 257 234
Estagiários 180 210 68
Total 10.076 10.167 9.723

Para obter mais informações sobre a gestão de pessoas da TIM, acesse nosso Relatório ESG.

Objetivo permanente no planejamento estratégico da TIM, a evolução tecnológica, com ampliação e cobertura e melhores serviços, contribui para promover a capilaridade e a acessibilidade, seja por meio da rede móvel ou de banda larga. Esses avanços constituem o motor necessário para a inclusão digital no país.

O amplo acesso à telefonia móvel e à internet, na visão da TIM, representa oportunidade e transformação na vida de muitas pessoas. Com a pandemia, acelerou-se o processo de digitalização de inúmeras atividades e diversos serviços migraram para o ambiente virtual. Como consequência, aumentou a urgência, para o setor de telecomunicações, de prover soluções acessíveis à maioria da população. A tendência de maior uso da tecnologia e conectividade, tanto na vida privada quanto nas empresas e serviços públicos essenciais, reforça a importância para a TIM de estender o acesso à conectividade 4G a todos os municípios do Brasil até 2023.

Para obter mais informações sobre inclusão digital e acesso à conectividade na TIM, acesse nosso Relatório ESG.

A diversidade na força de trabalho, para a TIM, equivale a buscar espelhar a composição demográfica da sociedade em que atua. Orientada pela Política de Diversidade e Inclusão, deu continuidade em 2020 à estratégia de disseminar uma cultura sempre mais inclusiva, pautada no respeito e valorização das diferenças e da contribuição de cada pessoa.

A Companhia acredita que, quanto mais diversa a equipe, maior é o engajamento e a troca de experiências e soluções. Essa sintonia se reflete em um ambiente profissional inclusivo e em vantagens competitivas no mercado.

A governança do tema conta com uma Gerência dedicada dentro da área de Recursos Humanos, responsável pela formalização de políticas, programas e iniciativas estruturadas, em sintonia com a estratégia ESG e a cultura interna.

Estabelecidos de forma transversal, os compromissos previstos no Programa de Diversidade e Inclusão orientam os processos internos em relação a gênero, orientação sexual, raça, diferentes gerações e pessoas com deficiência. E por meio de um calendário de diversidade e inclusão, que segue a agenda internacional da ONU, o plano de comunicação e treinamento disponibilizado a todos os colaboradores e gestores promove de maneira contínua a reflexão e diálogo sobre o tema de forma ampla, e também os desafios específicos dos grupos minorizados.

Na alta gestão, o Comitê de Diversidade e Inclusão acompanha e avalia as iniciativas em andamento, sob a coordenação do presidente da TIM. Alinhadas às diretrizes do plano, essas iniciativas refletem os compromissos assumidos em relação a cada grupo social priorizado pela Companhia.

Veja abaixo a distribuição de empregados da TIM por categoria funcional, gênero, por raça/cor e por faixa etária:

EMPREGADOS POR CATEGORIA FUNCIONAL E GÊNERO
  2018 2019 2020
  HOMENS MULHERES HOMENS MULHERES HOMENS MULHERES
  % % % % % %
Diretoria 50 83 10 17 47 78 13 22 52 81 12 19
Gerência 433 64 240 36 457 66 239 34 488 66 251 34
Profissionais 2.553 61 1.605 39 2.561 61 1.626 39 2.568 61 1.611 39
Força de vendas 293 62 178 38 308 61 193 39 301 60 198 40
Lojas  1.004 46 1.174 54 1.023 47 1.162 53 845 44 1.067 56
Call centers 566 27 1.555 73 523 25 1.548 75 492 24 1.536 76
Estagiários 87 48 93 52 113 54 97 46 37 54 31 46
Jovens aprendizes 81 34 154 66 84 33 173 67 77 33 157 67
Total 5.067 50 5.009 50 5.116 50 5.051 50 4.860 50 4.863 50
INDIVÍDUOS DENTRO DOS ÓRGÃOS DE GOVERNANÇA1 DA ORGANIZAÇÃO, POR GÊNERO E IDADE (%)
  2018 2019 2020
  HOMENS MULHERES HOMENS MULHERES HOMENS MULHERES
  % % % % % %
Menos de 30 0 0 0 0 0 0
30 a 50 44 0 20 6,5 0 13
Mais de 50 56 0 67 6,5 81 6
Total 100 0 87 13 81 19
Considera o Conselho de Administração, os Comitês de Assessoramento e a Diretoria Estatuária.
EMPREGADOS POR RAÇA/COR
  2018 2019 2020
  % % %
Brancos 6.538 65 6.361 63 6.121 63
Pretos 716 7 752 7 708 7
Pardos 2.562 25 2.736 27 2.588 27
Amarelos 136 1 134 1 126 1
Indígenas 21 0,2 21 0,2 18 0,2
Não Informados 103 1 163 2 162 2
Total 10.076 100 10.167 100 9.723 100
EMPREGADOS CONTRATADOS, POR FAIXA ETÁRIA
  2018 2019 2020
  Taxa % Taxa % Taxa %
Até 35 anos 1.820 36 1.831 39 751 17
De 36 até 45 anos 622 19 613 18 364 10
De 46 a 60 anos 119 10 113 9 89 6
Acima de 60 anos 1 2 1 1 0 0
Total 2.562 27 2.558 27 1.204 13

Para obter mais informações sobre diversidade na TIM, acesse nosso Relatório ESG.

Em 2020, a pandemia do coronavírus fez com que a gestão de Saúde e Segurança na TIM ganhasse ainda mais relevância. A partir da experiência já vivida pela TIM Italia, a Companhia reagiu prontamente aos primeiros sinais da pandemia no país, como descrito a seguir:

  • Implantação do trabalho remoto para todos os colaboradores com disponibilidade para tal.

  • Pesquisas frequentes acompanharam as necessidades dos empregados em relação aos processos de gestão de pessoas.

  • O pacote de benefícios foi adaptado para a situação de home office.

  • Aplicação de pesquisas para mapear colaboradores e familiares integrantes de grupos de risco, segundo regras técnicas do CDC (Centers for Disease Control and Prevention).

  • Acompanhamento e controle estatístico, pela área de Saúde e Segurança, dos casos de covid-19 comprovados por colaboradores e terceiros.

  • Desenvolvimento e divulgação de diretrizes de conduta preventiva contra a contaminação do covid-19, para colaboradores e terceiros.

  • Implantação de atendimento médico por meio da Telemedicina, junto com os planos de saúde e em parceria com um dos principais hospitais do país.

  • Realização de testes de Covid-19, principalmente nas lojas, para identificação de colaboradores contaminados.

  • O atendimento do Programa de Apoio Pessoal foi estendido para 24 horas, durante todos os dias da semana, para funcionários e familiares.

  • Oferta de amplo conteúdo sobre temas relacionados à crise, como práticas de trabalho remoto, bem-estar e saúde mental e protocolos sanitários.

  • Disponibilização de cadeiras ergonômicas para o home office.

  • Realização da Sipat (Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho) 100% online.

A TIM realiza também o levantamento dos riscos ocupacionais de acordo com procedimento interno específico. São levantados os perigos das atividades, seus riscos e as consequências prováveis. É realizada também análise de significância (considerando frequência, probabilidade e severidade) e estabelecido o controle operacional por meio de medidas administrativas, de proteção coletiva e de proteção individual. Todas as atividades de risco são realizadas por Profissionais terceirizados. Nesse caso, a TIM exige apresentação do laudo de periculosidade do prestador de serviço antes do início das atividades.

A TIM possui Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (Cipa), que, mensalmente, realizam reuniões para debater sobre assuntos relacionados a prevenção de acidentes, condições inseguras identificadas nas inspeções nos locais de trabalho e sugestões de melhoria de processos. Nas filiais onde o número de colaboradores não atinge o mínimo exigido para composição de Cipa, a Companhia designa pelo menos um colaborador para desempenhar este papel. Os colaboradores podem entrar em contato com a área de Saúde e Segurança para tirar dúvidas sobre os processos de saúde e segurança do trabalho. Todos os novos colaboradores recebem treinamento sobre prevenção e promoção da saúde e segurança do trabalho. Para aqueles que acompanham atividades de risco, a TIM oferece treinamentos específicos como de Espaço Confinado, de Trabalho em Altura e de Segurança em Instalações Elétricas. Para os colaboradores que se expõem a riscos ergonômicos, é disponibilizado também treinamento online de Ergonomia.

Para obter mais informações sobre saúde e segurança na TIM, acesse nosso Relatório ESG.

As demandas do negócio e os desafios do futuro para o setor de telecomunicações guiam o planejamento dos programas de treinamento e educação da TIM. Mesmo com as mudanças impostas pela pandemia da covid-19, não houve ruptura nesse pilar estratégico. Cerca de 1.500 colaboradores participaram dos programas de desenvolvimento em capacidades digitais, técnicas e comportamentais, com destaque para o conteúdo apresentado no TIM Talks Experience em um formato 100% digital.

Em 2020, a TIM investiu mais de R$ 8 milhões em programas de treinamento e educação, cerca de R$ 859 por colaborador. A Companhia investe em iniciativas de formação que buscam fomentar a evolução das habilidades, o desenvolvimento profissional e de carreira e os fatores de engajamento de pessoas, organizados por objetivos, como se vê a seguir:

  • Treinamentos técnicos específicos: Focados na qualificação técnica e atualização para a execução na função designada que mapeia conhecimentos críticos, específicos e necessários aos profissionais.

  • Treinamentos transversais: Focado na qualificação dos profissionais em temas que permeiam todas as áreas. A capacitação contribui para a atuação frente aos desafios nas áreas e resultados para o negócio.

  • Treinamentos institucionais: Tem o objetivo de ambientar o colaborador com a empresa.

  • Jornadas de aprendizagem: São treinamentos customizados, como o Programa Evolution, que prevê a formação básica e completa de líderes de lojas e consultores de vendas em temas institucionais, de liderança e de negócio.

  • Programa Onboarding: Promove o acolhimento e a integração de novos colaboradores. Apresenta o posicionamento da TIM sobre Ética e Conduta, Anticorrupção, o mercado e cenário competitivo, entre outros temas relevantes.

Para obter mais informações sobre treinamento e educação na TIM, acesse nosso Relatório ESG.

Copyright TIM S.A. 2021 - Todos direitos reservados.