Histórico

O resumo a seguir apresenta um breve histórico da Companhia:

 Maio de 1998: O Governo Brasileiro transferiu para a Tele Celular Sul Participações S.A. a propriedade das companhias Telepar Celular S.A., Telesc Celular S.A. e CTMR Celular S.A., assim como transferiu para a Tele Nordeste Celular Participações S.A. a propriedade das companhias Telpe Celular S.A., Telepisa Celular S.A., Teleceará Celular S.A., Telern Celular S.A., Telpa Celular S.A. e Telasa Celular S.A.

 Julho de 1998: O consórcio formado pela UGB Participações Ltda. ("UGB") e pela Bitel Participações S.A. ("Bitel") adquiriu do governo brasileiro, no processo de privatização da Telebrás, o controle da Tele Celular Sul e da Tele Nordeste Celular.

 Setembro de 1998: As ações ordinárias e preferenciais da Tele Celular Sul começaram a ser negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo – Bovespa.

 Novembro de 1998: Os ADRs da Companhia começaram a ser negociados na Bolsa de Valores de Nova York – NYSE.

 Dezembro de 1998: A UGB vendeu sua participação acionária na Companhia para a Bitel Participações S.A.

 Março de 1999: A venda mencionada anteriormente foi efetivamente aprovada pela Anatel e pelo órgão brasileiro antitruste ("CADE"), passando a Companhia a ser controlada pela Telecom Italia Mobile ("TIM"), empresa do Grupo Telecom Italia.

 Abril de 2000: O ágio pago pela Bitel Participações S.A. para adquirir o controle da Tele Celular Sul é transferido para a própria Companhia.

 Junho de 2000: O ágio mencionado anteriormente é transferido para as subsidiárias da Tele Celular Sul, com o objetivo de maximizar o ganho fiscal através da amortização do mesmo.

 Janeiro de 2001: A TIM adquire licenças nas Bandas D e E de telefonia móvel celular, passando a ser o único grupo autorizado a oferecer os serviços para todo o país, operando com a mesma marca nas diversas regiões.

 Setembro de 2002: A Companhia lançou a tecnologia GSM (Global System for Mobile Communication) ao iniciar suas operações comerciais nas áreas onde adquiriu licenças nas Bandas D e E.

 Novembro de 2002: As Subsidiárias foram reestruturadas mediante a troca de ações da Telesc Celular e da CTMR Celular por ações da Telepar Celular, resultando em um aumento de capital da Telepar Celular, enquanto que a Telesc Celular e a CTMR Celular se tornaram subsidiárias integrais da Telepar Celular, em vez de subsidiárias diretas da Tele Celular Sul.

 Dezembro de 2002: A Companhia converteu suas respectivas concessões para prestar serviços no regime de Serviço Móvel Celular ("SMC") em autorizações para prestar serviços no regime Serviço Móvel Pessoal ("SMP").

 Julho de 2003: a Companhia lançou o Código de Seleção de Prestadora (CSP), através do qual o usuário passou a escolher a prestadora de serviço de longa distância. A escolha da prestadora para as ligações feitas a partir do celular faz parte das exigências do SMP.

 Julho de 2003: a subsidiária Telepar Celular S.A. incorporou os acervos líquidos contábeis da Telesc Celular S.A. e CTMR Celular S.A. Adicionalmente, a Telepar Celular S.A. teve sua denominação social alterada para TIM Sul S.A. ("TIM Sul").

 Agosto de 2003: A Companhia lança a tecnologia GSM (Global System for Mobile Communication) no seu mercado de atuação.

 Setembro de 2003: A Bitel incorporou a TIM Brasil S.A. e passou a ser denominada Tim Brasil Serviços e Participações S.A.

 Dezembro de 2003: A Companhia vendeu sua participação acionária na Blah! Sociedade Anônima de Serviços e Comércio.

 Janeiro de 2004: a subsidiária Telpe Celular S.A. incorporou os acervos líquidos contábeis da Telasa Celular S.A., Telpa Celular S.A., Telern Celular S.A., Telecerará Celular S.A. e Telepisa Celular S.A.Adicionalmente, a Telpe Celular S.A teve sua denominação social alterada para TIM Nordeste Telecomunicações S.A. ("TIM Nordeste").

 Agosto de 2004: Os acionistas da Tele Nordeste Celular (TND) e da Tele Celular Sul (TSU) aprovaram em Assembléia Geral a incorporação da TND pela TSU, deixando a incorporada de existir. Adicionalmente a Tele Celular Sul alterou sua denominação social para TIM Participações S.A.

 Outubro de 2004: As ações da TIM Participações passaram a ser negociadas na Bovespa, com o nome de pregão TIM PART. S.A., permanecendo com os antigos códigos de negociação da Tele Celular Sul, ou seja, TCSL3 para as ações ordinárias e TCSL4 para as ações preferenciais.

 Outubro de 2004: Os ADRs da TIM Participações passam a ser negociados na Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE), mantendo seu código TSU.

 Maio de 2005: Aprovado a incorporação da totalidade das ações da TIM Sul e da TIM Nordeste pela TIM Participações.

 Julho de 2005: As ações da TIM Sul e da TIM Nordeste deixaram de ser negociadas na Bovespa e na SOMA, respectivamente.

 Agosto de 2005: A sede da TIM Participações é transferida para a cidade do Rio de Janeiro (RJ)

 Dezembro de 2005: Deferido pela Comissão de Valores Mobiliários – CVM, cancelamento do registro de companhia aberta da TIM Nordeste Telecomunicações S.A. e TIM Sul S.A..

 Janeiro de 2006: O Conselho de Administração da TIM Participações S.A. ("TIM Part") e TIM Celular S.A. ("TIM Cel") aprovaram a transação de reestruturação entre TIM Celular e TIM Participações, contemplando a incorporação de ações da TIM Cel na TIM Part. Após a conclusão da transação, a TIM Celular se tornará subsidiária integral da TIM Participações.

 Março de 2006: foi aprovada, em Assembléia Geral Extraordinária, a incorporação da totalidade das ações de emissão da TIM Cel ao patrimônio da TIM Participações, nos termos do Protocolo e Justificação de Incorporação de Ações celebrado entre as Companhias em 31 de janeiro de 2006, convertendo-se a TIM Cel em subsidiária integral da TIM Participações.

 Junho de 2006: Concluído o processo de incorporação da TIM Sul S.A pela TIM Celular S.A e da TIM Nordeste Telecomunicações S.A pela Maxitel S.A., que na mesma data alterou sua denominação social para TIM Nordeste S.A.

 Maio de 2007: A TIM adquiriu licença de telefonia fixa nacional.

 Setembro de 2007: A TIM adquiriu novos lotes de freqüência em 900 Mhz e 1,8 Ghz relativos às sobras de freqüência (SMP) através de leilão feito pela Anatel.

 Dezembro de 2007: A TIM adquiriu freqüências de 3G em 1,9 GHz e 2,1 GHz, para todo o país (exceto o Triângulo Mineiro), o que a permite oferecer serviços de 3ª geração em todos os Estados, como oferta de banda larga móvel.

 Abril de 2008: TIM inicia a prestação de serviços de terceira geração por meio da marca "TIM 3G+". O novo TIM 3G+ inclui serviços como: banda larga móvel, vídeo-chamada e TV móvel. Além disto, a TIM estabeleceu parcerias resultando em alianças com as principais empresas de internet e conteúdo, e serviços de Internet para celular como forma de oferecer conteúdos exclusivos e de qualidade aos clientes.

 Julho de 2008: TIM lança, em parceria com a HP, o primeiro notebook 100% conectado do Brasil, contendo modem e TIM Chip embarcados.

 Setembro de 2008: Lançamento do 'TIM Fixo', estabelecendo mais um marco na estratégia de convergência da Companhia. Lançando através de uma oferta inovadora em mais de 300 cidades em todos os estados brasileiros, a TIM torna-se um concorrente alternativo no mundo da telefonia fixa.

 Dezembro de 2008: TIM lança o iPhone 3G, com ofertas exclusivas especialmente adaptadas para o aparelho revolucionário da Apple.

 Janeiro de 2009: Início do processo de reestruturação da Empresa com a posse do novo Presidente Luca Luciani.

 Março de 2009: Início do reposicionamento da marca. TIM muda seu slogan para "Você, sem fronteiras".

 Abril de 2009: TIM dá início ao lançamento de seu novo portfólio de ofertas com o plano 'Infinity'.

 Agosto de 2009: Aprovação da Anatel para a aquisição da Intelig.

 Dezembro de 2009: Conclusão do processo de incorporação da Intelig pela TIM.

 Maio de 2010: Relançamento da Marca Intelig com a campanha na mídia Intelig agora é TIM.

 Junho de 2010: TIM atinge o primeiro lugar em market share de longa distância, ultrapassando concorrentes tradicionais do setor.

 Julho de 2010: Reformulação da oferta TIM Web, passando a tarifar por tempo de uso e não mais por volume de dados trafegados.

 Agosto de 2010: Lançamento das ofertas de dados Infinity Web e Liberty Web, que dão acesso limitado à internet para os públicos pré pago e pós pago, respectivamente.

 Setembro de 2010: A TIM é a primeira a lançar o Iphone 4, reforçando seu posicionamento como empresa inovadora.

 Outubro de 2010: Lançamento da oferta Infinity Mais que agrega a terminação para telefones fixos dentro do conceito Infinity, pagando somente o primeiro minuto da ligação.

 Novembro de 2010: A TIM foi incluída peloterceiro ano consecutivo na carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bovespa (ISE), composto somente por companhias altamente comprometidas com sustentabilidade e responsabilidade social.

 Dezembro de 2010: Aquisição de sobras de faixa de freqüência do SMP, podendo ampliar sua cobertura 2G e intensificar sua presença na região Norte do país e nos Estados do Paraná, Santa Catarina e Minas Gerais.

 Maio de 2011: deliberada em Reunião do Conselho de Administração da TIM Participações: (1) a migração da Companhia para o Novo Mercado; (2) a proposta de conversão das ações preferenciais em ações ordinárias da Companhia na proporção de 0,8406 (média ponderada dos 60 dias anteriores; e (3) autorizar a Diretoria da Companhia a iniciar as negociações com a BM&FBOVESPA, a Comissão de Valores Mobiliários com vistas à adesão da Companhia ao Regulamento do Novo Mercado.

 Junho de 2011: aprovado na Assembléia Geral Extraordinária da Companhia a migração para o segmento especial de listagem denominado "Novo Mercado" da BM&FBovespa seguido pela conversão do número total de ações preferenciais em ações ordinárias da Companhia, na proporção de 0,8406 novas ações ordinárias para cada ação preferencial da Companhia.

 Julho de 2011: TIM Participações anuncia que sua subsidiária integral TIM Celular S.A., como compradora, firmou nesta data com a Companhia Brasiliana de Energia (Brasiliana), como vendedora um contrato tendo por objeto a aquisição da AES Atimus, um ativo que possui uma rede de fibra ótica de 5,5 mil Km nas áreas metropolitanas de Rio de Janeiro e São Paulo.

 Agosto de 2011: a Companhia passar a ter apenas ações ordinárias negociadas no Novo Mercado da BOVESPA, utilizando o código "TIMP3" e American Depositary Receipts representativos de ações ordinárias de emissão da Companhia na New York Stock Exchange.

 Outubro de 2011: Conclusão do processo de aquisição das empresas Eletropaulo Telecomunicações Ltda e AES Communications Rio de Janeiro S.A. junto a Companhia Brasiliana de Energia e encerramento da oferta pública primária de ações com emissão de 200.258.368 ações ordinárias a um preço de R$8,60 perfazendo um montante de R$1.722.221.964,80.

 Maio de 2012: Alcançada a liderança no segmento pré pago.

 Junho de 2012: Aquisição da frequência de 4G em 2,5 GHz em leilão realizado pela Anatel.

 Agosto de 2012: Alcançada a vice liderança no segmento voz pós-pago.

 Outubro de 2012: Conclusão do processo de incorporação das empresas TIM Fiber RJ e TIM Fiber SP pela TIM Celular.

 Novembro de 2012: Lançamento do Liberty Controle Express, plano que mantém os benefícios de chamadas ilimitadas, simplificando a aquisição de um plano pós pago, sendo o único requisito ter um cartão de crédito.

 Abril de 2013: Lançamento do TIMmusic, aplicativo que dá acesso a milhões de músicas no seu celular.

 Julho de 2013: Criação do Instituto TIM, com a missão de criar e potencializar recursos e estratégias para a democratização da ciência e inovação, que promovam o desenvolvimento humano no Brasil, tendo a tecnologia móvel entre os principais habilitadores.

 Outubro de 2013: Lançamento do Infinity Web+Torpedo, oferta para o segmento pré-pago com uma tarifa única diária para envio de SMS e navegação na internet durante o dia todo.

 Maio de 2014: Lançamento do Infinity Turbo 7, oferta para o segmento pós-pago de serviços de voz, web e SMS por R$7 para 7 dias.

 Junho de 2014: Lançamento da oferta Infinity por dia para o segmento pré-pago, com tarifa por dia de uso.

 Julho de 2014: A Live TIM ultrapassa a marca de 100 mil clientes.

 Setembro de 2014: Aquisição da frequência de 4G em 700 MHz em leilão realizado pela Anatel.

 Outubro de 2014: Lançamento de oferta que permite aos clientes se conecarem em até quatro aparelhos diferentes com apenas um pacote de dados, sem cobrança de mensalidade por chip adicional.

 Novembro de 2014: Lançamento do plano Controle WhatsApp, que permite enviar mensagens de texto e voz, fotos e videos através do aplicativo sem desconto da franquia de internet do usuário. O acesso ao WhatsApp continua liberado mesmo que o cliente atinja o limite da sua franquia de dados e sem redução de velocidade.

Junho de 2015: Lançamento do Live TIM Blue Box, central de entretenimento que integra - em um único aparelho - TV digital em alta definição gratuita e os conteúdos da Netflix e YouTube, além de TV paga através de uma parceria exclusiva com a TV Alphaville.

Outubro de 2015: A TIM revoluciona o mercado mais uma vez e acaba com a cobrança diferenciada de chamadas entre operadoras, reformulando todo portfólio de ofertas.

Abril de 2016: A TIM muda sua marca e adota a assinatura "Evoluir é fazer diferente".

Dezembro de 2016: A TIM lança a primeira internet 4G em Fernando de Noronha e atinge mais de 1.200 cidades cobertas com a tecnologia ao final de 2016.

 

Copyright TIM Celular 2015 - Todos direitos reservados.

imgCapctha