ADRs da TIM Part.

As ADRs são certificados negociáveis em dólares americanos que representam a posse de ações de uma companhia não americana. As ADRs são cotadas e negociadas em dólares norte-americanos no mercado de valores mobiliários dos Estados Unidos. As ADRs são especificamente desenhadas para facilitar a compra, manutenção e venda de ações não-americanas por investidores americanos.
ADR (American Depositary Receipt) é o certificado físico real, enquanto ADS (American Depositary Share) é a ação real. Uma ADR pode representar qualquer número de ADSs. O termo "ADR" é muitas vezes usado para significar ambos, o certificado e o valor mobiliário em si.

Cada ADR está associada a um nível. Cada nível representa as diferentes estruturas e os requisitos de informação associados a um programa de ADR específico. Existem três níveis de ADR diferentes:

  • Nível I: A estrutura de ADR Nível I fornece aos emissores um meio simples e eficiente de construir um grupo de investidores norte-americanos com os requisitos regulatórios e de divulgação de informações mínimos. As ADRs são negociadas no mercado "Pink Sheet" e em algumas bolsas fora dos EUA. Geralmente, a criação de um programa de nível I é considerado o primeiro passo por parte dos emissores que entram no mercado de capitais dos EUA. Ações utilizadas: as ações existentes.
  • Nível II: A estrutura de ADR Nível II é negociada em bolsa (NYSE, NASDAQ, Amex), com base no Securities Act registration (Formulário F-6) e Exchange Act reporting (Formulário 20-F/Formulário 6-K). No momento da listagem, o emissor não registra uma oferta pública. Programas de nível II requerem um maior grau de de informação à SEC que o nível I. Os emissores devem conciliar a sua contabilidade para U.S. GAAP e cumprir os requisitos de listagem de uma bolsa norte americana específica. Ações utilizadas: as ações existentes.
  • Nível III: A estrutura de Nível III ADR é simultaneamente uma oferta pública e uma listagem de valores mobiliários em uma bolsa dos EUA. O emissor registra a oferta sob o Securities Act de 1933 (F-1/F-3) e, posteriormente, fornece registros e informações de acordo com o Exchange Act de 1934. Os emissores devem fornecer uma reconciliação total de sua contabilidade para o U.S. GAAP, e atender aos requisitos de listagem da bolsa. A menos que ocorra uma isenção, os requisitos do programa Nível III devem ser atendidos onde um emissor não norte-americano - que não possui previamente um programa de ADR listado - pretende adquirir publicamente uma empresa dos EUA usando ADRs como moeda de transação. Ações utilizadas: novas ações.

As ADRs da TIM são negociadas no Nível II da NYSE.

Investidores americanos podem preferir comprar ADRs em detrimento das ações ordinárias do emissor em seu mercado local, pois as ADRs são negociadas e liquidadas de acordo com as convenções do mercado americano. Uma das principais vantagens das ADRs é facilitar a diversificação em valores mobiliários estrangeiros. As ADRs ainda permitem uma fácil comparação com ações de companhias similares, bem como o acesso a preços e informações de negociação.
Os emissores de ADR são tipicamente grandes empresas multinacionais. Qualquer companhia não-americana que busque captar recursos nos Estados Unidos ou busque aumentar a sua base de investidores americanos pode emitir ADRs.
As ADRs pode ser mantidas através de bancos ou corretoras. No caso de serem mantidas através de corretoras, o investidor é um "proprietário beneficiário". Alternativamente, as ADRs podem ser mantidas diretamente através do depositário das ADRs, caso em que o investidor é um “proprietário registrado", e está listado no registro de acionistas da empresa, que é mantido pelo depositário das ADRs. Proprietários registrados podem manter suas ADRs fisicamente através de um certificado ou apenas virtualmente’, evidenciado por um extrato da conta.
Os dividendos são pagos em dólares norte-americanos e, geralmente, são tributados como os dividendos sobre ações dos Estados Unidos. Além disso, os impostos podem ser retidos pelo governo local da companhia emissora de ADRs. Dependendo de circunstâncias individuais, os impostos estrangeiros retidos podem ser considerados como crédito a deduzir de impostos dos Estados Unidos; pode haver também oportunidades de restituição de impostos.
Como um detentor de ADR na data de registro, o investidor terá direito a votar o número equivalente de ações subordinadas detidas. Proprietários registrados receberão o proxy card e outros documentos relevantes através do JP Morgan. Proprietários beneficiários receberão o material através do seu banco / corretor.
Para questões relacionadas a conversões de ADRs, por favor entre em contato com o JPMorgan nos seguintes telefones: +1 212 552 8925/ +1 212 552 8926 ou +55 11 4950 3650, ou mande um email para DRX_depo@jpmorgan.com.
Cada ADR da TIM Participações representa cinco ações ordinárias da TIM Participações, ou seja, uma relação de 1:5.
Os ADRs são negociadas na New York Stock Exchange (NYSE).
O JP Morgan Chase Bank. O banco depositário tem papel fundamental no lançamento e cancelamento das ADRs. Além disso, ele mantém o registro dos titulares de ADRs e distribui os dividendos em dólares norte-americanos e facilita o exercício pelos portadores de ADRs do seu direito de voto.

Se você não possui uma corretora de valores, banco ou semelhante, favor contatar o agente de transferência:

JPMorgan Chase Bank N.A.
P.O. Box 64504
St. Paul, MN 55164-0854, USA
jpmorgan.adr@wellsfargo.com
Ligação gratuita através do telefone: +1 (800) 990-1135
Número direto (para ligações fora dos EUA): +1 (651) 453-2128

Preços históricos das ADRs da TIM poderão ser encontrados no website do JP Morgan (https://www.adr.com).

Informações de contato sobre ADRs
JPMorgan Chase Bank N.A.
P.O. Box 64504
St. Paul, MN 55164-0854, USA
jpmorgan.adr@wellsfargo.com

Ligação gratuita através do telefone: +1 (800) 990-1135
Número direto (para ligações fora dos EUA): +1 (651) 453-2128

 

Copyright TIM Celular 2015 - Todos direitos reservados.

imgCapctha